Mudança estrutural é um processo de realocação de recursos pelo qual países passam ao longo do tempo. Via de regra, ao se urbanizarem, países primeiramente realocam recursos da agropecuária para a indústria e serviços. Em um último momento, os recursos costumam ser realocados da indústria para os serviços. Há vasta literatura sobre os motivos e as consequências desse processo. Aqui são apresentados alguns textos seminais e/ou de interesse sobre o assunto:

BAUMOL, W. J. Macroeconomics of unbalanced growth: the anatomy of urban crisis. The American Economic Review. American Economic Association, v. 57, n. 3, p. 415-426, jun. 1967.

BERLINGIERI, G. Essays on international trade and firm organization. 2013. 163 f. Tese (PhD) – Department of Economics of the London School of Economics. Londres, dez. 2013.

DUARTE, M.; RESTUCCIA, D. The role of the structural transformation in aggregate productivity. The Quartely Journal of Economics, v. 125, n. 1, p. 129-173, 2010.

EICHENGREEN, B.; GUPTA, P. The two waves of service sector growth. NBER. Working Paper, n. 14968, 2013.

KUZNETS, S. Modern economic growth: findings and reflections. The American Economic Review, v. 63, n. 3, p. 247-258, jun. 1973.